EM PRAGA PARA COMER, BEBER E DANÇAR

Atualizado: 13 de Fev de 2019

A melhor maneira de começar este post só pode ser citando o poeta tcheco Egon Bondy (1930-2007), que escreveu: “Em Praga tudo é possível!”


Mas até alguns anos atrás isso não seria verdade. Os vegetarianos sabem bem o que eu digo. O único prato disponível para eles era o queijo empanado (smažený sýr), que de ruim não tem nada, mas se tornava bem enjoativo na terceira refeição seguida do mesmo. Hoje em dia os vegetarianos e até mesmo veganos não precisam sofrer ao visitar Praga. Apesar dos pratos típicos tchecos ainda serem preparados com muita carne, não vai faltar opções para aqueles que não comem. Abaixo seguem opções variadas para os que gostam e não gostam de carne:


BRUNCH OU CAFÉ DA MANHÃ


MEZI SRKNY

O lugar é pequeno, não tente passar por lá se estiver em um grupo grande e não deixe de passar lá se estiverem em um grupo pequeno (pequeno mesmo, sugiro no máximo 4 pessoas). O café da manhã é maravilhoso, repleto de opções vegetarianas gostosas — até para quem não é vegetariano! — Comemos uma tartine com patê de cenoura, queijo feta, beterraba, espinafre e granola salgada, deliciosa! Eles têm opção de brunch com ovos e as panquecas doces — estas pareciam maravilhosas. Apesar do ambiente hipsterzinho meio apertado, foi uma experiência bastante agradável.

Perto da Náměstí Míru, na Sázavská 19, abre de segunda à sexta das 7h30 às 18h e aos finais de semana das 9h às 16h.


Foto: https://www.facebook.com/mezisrnky/


THE FARM

Para quem vai passear no parque Letná, essa pode ser uma boa opção. Eles têm ovos beneditinos e suco de laranja fresquinho. As sobremesas estavam lindas, mas não cheguei a provar. Eles têm o que eu acho que deveria ser mandatório em todos os restaurantes: água grátis.

Korunovacni 17, de segunda à sexta das 8h às 22h30, aos finais de semana abre às 9h e fecha mais cedo no domingo, às 20h.


ALMOÇO


MANIFESTO MARKET

Eles não abrem em todos os meses de inverno, por isso cheque antes de fazer a visita. No verão pode ser uma ótima ideia passar por lá. Têm muitas opções de comida, como numa praça de alimentação de shopping, mas num ambiente muito mais descontraído, ao ar livre. Dependendo do dia pode haver música ao vivo.

Na Florenci, próximo ao centro.


LEMON LEAF

É um pouco estranho comer comida tailandesa estando-se em Praga, mas não houve nenhum arrependimento em ir neste restaurante. Frequentado por tchecos, há opções vegetarianas e veganas. Tudo o que provei estava delicioso. Não sou especialista neste tipo de comida, mas aqui parece não haver erro.

Abre de segunda à quinta das 11h às 23h, sexta até meia-noite e aos finais de semana das 12h às 23h. Fica na Myslikova 260/14.


KOLKOVNA

Quer provar algo tipicamente tcheco? Vá ao Kolkovna! Existem alguns deles espalhados pela cidade. Perto do parque Petřín, por exemplo, tem o Olympia, que serve guláš, prato tradicional tcheco feito com molho de carne, acompanhado de knedlíky (massa de pão cozida, conhecido em inglês por dumpling), como é de costume, e também com uma panquequinha frita de batata, o bramboráky. Hummmm! Eles ainda têm o řízek, que é a carne empanada, como o schnitzel alemão, delicioso com salada de batata.

Todos os dias das 11 à meia-noite, na Vítězná 619/7.



PIVOVAR U ZAJÍCE

Quer conhecer ainda mais a fundo a comida típica tcheca? Então não deixe de entrar em uma cervejaria, conhecidas em tcheco por pivovar. É comum eles terem um cardápio maior de bebida do que de comida, mas os pratos tchecos não devem faltar. O mais famoso é o "svíčková na smetaně" que consiste, em um bife coberto com molho de legumes, finalizado com uma bela porção de, acreditem, chantilly e geleia de framboesa! Tem gosto para tudo, né?! Visitei o pivovar U Zajíce por acaso, e tive uma experiência autêntica.

Ele fica na Michalská 432/12, na Cidade Velha, e abre todos os dias das 12h às 24h.



MAITREA (vegetariano)

Depois de tanta carne, segue aqui mais uma dica de restaurante —dessa vez completamente — vegetariano. Tem paella, tem burrito, tem hambúrguer, mas é tudinho vegetariano! Algumas opções veganas e sem glúten são especificados no cardápio. É engraçado, que a gente entra em restaurante vegetariano achando que vai comer algo leve, mas não foi o caso aqui. Meu prato estava saboroso, porém repleto de óleo... Foi bom acompanhado da limonada com gengibre, essa sim bem refrescante.

Fica bem no centro, na rua Týnská 1064/6. Abre todos os dias do meio-dia às 23h30.


CHÁ DA TARDE


CAFE LOUVRE

Este café existe há mais de um século e já foi frequentado por muita gente importante, como Franz Kafka e Albert Einstein. Imagina quanta conversa interessante já ecoou aqui?! Este lugar cheio de história, manteve-se fechado do ano de 1948 até um pouco depois da Revolução de Veludo, em 1989. O ambiente decorado em art deco vale a pena de ser visitado nem que seja para um cafezinho.

Todos os dias das 8h às 23h30, na Národní 22.


JAN PAUKERT

Também aberto há mais de cem anos, dizem que este lugar foi fundado pelo tal Jan quando o pintor de mesmo nome que ele e sobrenome Skramlík fazia o retrato de seu filho. Tendo em uma das mãos o pincel, pediu ao amigo que lhe preparasse algo que pudesse ser comido com apenas 3 mordidas, já que ele não conseguiria segurar o petisco caso fosse maior que isso, e continuaria com fome se fosse menor! Foi assim que o primeiro Jan inventou o sanduíche aberto. O lugar ainda hoje é famoso pelos seus tartines.

Somente durante a semana, na Rohanské nábř. 671/15, das 8h às 18h.


VIDA NOTURNA


ANONYMOUS

Começamos a noite de sábado com uma experiência única no bar Anonymous. O lugar fica um pouco escondido, mas não é difícil de achar. Bem escurinho, guarda um segredo por detrás de cada drink. Por isso recomendo pedir um deles ao invés de um copo com qualquer outra bebida. Acredite, seu whiskey com gelo não terá tanta graça quanto um coquetel produzido por eles. O melhor foi o Remember! Depois do primeiro drink você pode pedir um cardápio secreto, que é lido com uma luz negra. Não é um bar para comer, é só para beber — e não muito, os preços são um pouco altos para nós, brasileiros. Um drink sai em torno de 50 reais.

Todos os dias das 17h às 2h, na Michalská 432/12.



PUB

Neste bar as chopeiras são instaladas em todas as mesas e é você que se serve com o tipo que quer provar. No fundo do bar fica um telão marcando quanto cada mesa já tomou. A noite vira uma competição para ver quem bebe mais.

Fica perto da estação de metrô Staroměstská, na rua Veleslavínova 3, e abre todos os dias das 11h à 1h.


HEMINGWAY

Para frequentar este bar é preciso chegar cedo ou reservar. Eu não consegui entrar, mas pedi para ver o cardápio. Não tinha comida e o preço é um pouco salgado... Deixo a dica porque o ambiente parecia agradável e a música que tocava era boa. Foi recomendação de uma amiga tcheca.

Fica bem no centro, perto da ponte de Carlos, na Karoliny Světlé 26. Abre durante a semana às 17h e aos finais de semana às 19h. De domingo à quinta fecha à uma, sexta e sábado às duas.


BUKOWSKI

Um pouco mais longe do centro, próximo à torre de TV Žižkov, está este bar que leva o nome de outro grande escritor. Como nos textos do mesmo, guarda um certo ar sombrio e, podemos dizer, nada pretencioso.

Bořivojova 689/86, todos os dias das 19h às 3h.


VALMONT

O nome do bar vem de um filme do premiado diretor Miloš Forman. Quem assistiu deve se lembrar de suspirar ao ver Colin Firth vivendo o Decadentismo francês do século 18. A atmosfera francesa daquela época está impressa neste bar apertadinho. Achei o preço dos drinks bem ok, o mojito vale as 185 korunas, mas para se aventurar no champagne tem que ter coragem, o bar oferece garrafas por até mais de 5 mil reais!

Uhelný trh 414/9, o bar abre na quinta das 19h às 3h, mas as festas acontecem somente de sexta e sábado, das 19h às 5h.


RUA DLOUHÁ

Se ainda está na dúvida de onde ir, procure a rua Dlouhá, ela oferece várias opções de lugares para beber e dançar. Algumas dicas são o FRAME, famoso por sua seleção de gim tônica, na Rámová 1071/3 (essa cruza a Dlouhá); o TRETTERS, que fica na continuação da Dlouhá, na Kolkovně 3; e o FLEUER, na mesma rua 920/5.


RADOST FX

Este local costuma funcionar como restaurante vegetariano durante o dia, mas de quinta à sábado se transforma em uma verdadeira balada de música eletrônica durante a noite — uma das mais conhecidas de Praga, diga-se de passagem. Para os bons entendidos, dizem que este é o lugar onde djs como Paul Van Dyk e Carl Cox tocaram pela primeira vez. Se está afim de dançar, não deixe de passar por aqui.

De quinta à sábado das 23h às 5h, na Bělehradská 234/120.



Dicas de onde ficar, transporte, língua e dinheiro? ACESSE AQUI

Para saber mais sobre pontos turísticos e o que visitar: AQUI

17 visualizações

Todos os direitos reservados

 © 2018 opequenocolecionador

São Paulo, Brasil