SANDRA JÁVERA: ENTREVISTA E JOGO DA MEMÓRIA TRILÍNGUE

A artista Sandra Jávera inaugura seu segundo projeto com Brinquedos do Mundo. Ela participou da primeira edição de O Pequeno Colecionador no ano passado e agora vem contar um pouquinho sobre sua trajetória para a gente. Ela deixa um presente para todos! Leia a entrevista até o final para descobrir e se divertir.


imagem: Leandro Viana

Oi Sandra, que felicidade poder contar com a sua participação em mais um projeto! O que você acha de a gente começar contando para o pessoal que está nos lendo como começou a nossa parceria, lá em 2019, com O Pequeno Colecionador?! Eu sempre adorei brinquedos, em especial daqueles feitos à mão. Lembro de ficar encantada quando fui para o Uruguai e descobri a coleção de brinquedos feitas pelo artista Joaquín Torres García. Mais tarde, conheci por meio do livro Los Juguetes de las vanguardias [1] um mundo de brinquedos apaixonantes. Também gosto de viajar e procurar os brinquedos locais, que sempre contam um pouco dos valores de cada lugar. O convite para a exposição foi um presente, porque me deu o empurrãozinho que eu precisava para germinar essa ideia de fazer brinquedos. Na exposição você apresentou dois projetos: Sol Pompom e Parque. De onde veio a ideia para cada um deles?  Sol Pompom é uma boneca ou boneco peladinho de tecido com a cabeça de cerâmica. Eu queria fazer um brinquedo “sem gênero” com meus materiais favoritos da época: argila e tecido. Já o Parque é feito todo em cerâmica. Este fiz depois de uma visita ao Museu Noguchi. O Noguchi [2] é um dos artistas que eu mais gosto. Na exposição havia peças de cerâmica feitas por ele e também projetos de playgrounds. Eu queria guardar na memória aquilo que eu tinha visto no dia e fui direto do museu ao estúdio de cerâmica. A peça é uma espécie de anotação no caderno que serve de lembrete para algo especial não ser esquecido.

Os trabalhos de Sandra Jávera em O Pequeno Colecionador: à esquerda SolPompom, 2019, tecido e cerâmica, 10 × 6 × 35 cm e à direita Parque, 2019, cerâmica, 33 cm (diâmetro).


Você está apresentando aqui um novo trabalho: o jogo da memória trilíngue (português, inglês e espanhol). Eu sempre gostei dessa brincadeira! É um jogo que não tem idade certa para jogar, não é verdade? Lembro de que quando eu era criança jogava com alguns adultos e até ganhava deles! (Quem disse que memória de criança é fraca?!) De onde veio a ideia de fazer uma versão em 3 línguas com ilustrações suas? Você também jogava quando era pequena? 

Eu tenho 3 sobrinhos, espanhóis, e eu pensei em fazer alguma coisa para eles nessa quarentena. Surgiu assim! Eu tenho um jogo da memória que adoro e por isso quis seguir adiante com a ideia. Os meus sobrinhos estão aprendendo a falar inglês e achei que seria legal colocar as três línguas — para eles verem que tem um monte de palavras em português parecidas com espanhol — e também para praticar o inglês.

imagem: Sandra Jávera


O jogo está disponível gratuitamente abaixo. É só fazer o download do arquivo, imprimir, recortar e brincar!


INSTRUÇÕES: 

1. Imprima DUAS cópias do arquivo FRONT_FRENTE > baixe o arquivo AQUI 2. Vire as folhas impressas, coloque elas de novo na caixa de papéis da impressora e imprima o arquivo VERSO (2 vezes também) > baixe o arquivo AQUI Serão no total 12 páginas impressas para jogar o jogo da memória, duas de cada tipo. 3. corte com a tesoura as cartas, seguindo os tracejados. Se achar que são muitas cartas, comece com as suas 10 ou 20 favoritas :) REGRAS DO JOGO: O jogo da memória pode ser jogado por um único jogador ou vários jogadores. Comece o jogo colocando todas as cartas com os desenhos virados para baixo. Cada jogador tem direito a uma jogada por vez. A jogada é quando um jogador vira duas cartas, colocando os desenhos para cima, para que todos os participantes possam ver. Quem, na sua jogada, acertar o par, guarda as cartas de ladinho e joga mais uma vez. Passa a rodada quando as cartas viradas não formarem par. No final do jogo, quem tiver mais cartas, ganha!

Para conhecer outros trabalhos dessa artista acesse: www.sandrajavera.com

[1] Catálogo da exposição "Los juguetes de las vanguardias",Málaga,4|10|2010 – 30|1|2011, Fundação Museu Picasso (Espanhol).Juan Bordes (Autor), Elba López Oelzer (Tradutor), Fernando Villaverde Landa (Tradutor).

[2] Isamu Noguchi (1904 – 1988). Link para o site do museu: www.noguchi.org

215 visualizações

Todos os direitos reservados

 © 2018 opequenocolecionador

São Paulo, Brasil